Obtendo Fotos Nítidas

Nesta dica, iremos abordar algumas maneiras de se obter fotos mais nítidas. Mesmo que às vezes pareça absurdas, elas funcionam.

Um dos fatores que permitem uma foto nítida e que poucos se dão conta são os pequenos e quase imperceptíveis tremores que você dá quando está segurando sua câmera nas mãos. Então, aqui vai a primeira dica para obter uma foto mais nítida: fotografe com um tripé, mesmo à luz do dia. Mas existem outros fatores importantes de se conhecer quando se usa um tripé para fotografar.

Quando se fotografa com um tripé, é porque o seu principal objetivo é dar estabilidade à câmera e evitar tremores no momento do click. Sendo assim, procure tirar fotos colocando a câmera para disparar automaticamente ou use um cabo disparador/controle remoto para que não aconteçam tremores no momento em que apertar o obturador. Uma outra sacada muito profissional que muitos não sabem é que o sistema de redução de vibração da lente, também conhecido como VR na Nikon e IS na Canon, precisa ser desligado quando se for fotografar com um tripé. Talvez você se pergunte: “Por que, se ele existe exatamente justamente para corrigir o tremor?”. A explicação é que esse sistema espera que exista vibração e, quando não a encontra, o próprio sistema causa um pequeno tremor. Claro que estamos falando de micro tremores que diversas vezes não são perceptíveis aos nossos olhos, mas no final fazem diferença na qualidade da imagem.

Já existem lentes que aceitam o uso do tripé com o VR ou IS ativado, porém, é sempre bom conferir no manual da sua lente se é necessário usar este recurso.

Usar lente de boa qualidade ótica resulta em mais qualidade de nitidez, e para esta questão não existe outro recurso, lentes boas geralmente são caras. Contudo, se você não tem muito para gastar com lentes adequadas, um recurso muito utilizado é trabalhar na melhor abertura da sua lente, que geralmente fica em torno de 2 stops (f-stops) completos abaixo da abertura máxima. Portanto, se sua lente é 2.8, o ideal seria 5.6, mas essa regra não funciona para todas as lentes e para isso será necessário realizar testes para descobrir qual é a melhor abertura da sua lente. Todavia, não fique preocupado e lembre que só se deve levar essa informação em conta quando a sua maior preocupação na foto for a nitidez.

Claro que não podemos sair com um tripé para todo lugar, então, para isso, temos umas gambiarras que se pode fazer para ajudar nessa questão. A primeira é uma forma de segurar a câmera, prender sua alça abaixo do cotovelo e passar por fora do antebraço, como na foto abaixo:

Também temos como fazer um tripé alternativo, pegando um parafuso que se encaixe na rosca abaixo da câmera e, presa a este parafuso, uma linha. Desta forma, quando tiramos a foto, nós pisamos na outra extremidade da linha e deixamos ela esticada, dando assim estabilidade na câmera.  Ainda temos outras diversas maneiras de estabilizar o equipamento fotográfico, dentre elas, apoiá-lo em alguma parede, para-peito e por aí vai.

Além disso, temos algumas coisas nas quais devemos prestar atenção na configuração e recursos da câmera, como por exemplo, a forma de utilizar ISO´s baixos como 100 ou 200 e a desconfiança na imagem exibida no LCD da câmera. Após tirar a foto, pressione o botão de zoom do seu equipamento e verifique se a mesma não ficou fora de foco. Algumas até tem esse recurso na sua configuração, geralmente chamado de zoom rápido.

É claro que nem sempre você pode utilizar todos esses recursos para fazer seus registros fotográficos, contudo é bom saber que eles existem, pois em algum momento um deles será o detalhe que falta para deixar sua foto mais nítida e melhor qualificada.

Leave a Comment